novembro 23, 2012

Puré de Abóbora e Pastinaca Assada









Eu sei que as aventuras culinárias não têm abundado por aqui, mas quem tem seguido o facebook sabe que as últimas semanas foram passadas entre papeladas sem fim, fichas técnicas e contas de pôr os olhos em bico.

Foi um longo processo, que por momentos me pareceu mesmo interminável, para registar e licenciar o Le Passe Vite mas posso finalmente dizer que é ofical... Sou uma cozinheira a tempo inteiro!


Claro que muita coisa aconteceu nestas semanas, incluindo uma ida a Lisboa para mais um fim de semana de curso de culinária no IMP e um delicioso workshop de sobremesas saudáveis com a Sarah Britton na Casa Vinyasa. Prometo que hei-de contar tudinho ao pormenor mas a verdade é que morro de saudades de partilhar o que se passa na minha cozinha e como este Puré de Abóbora e Pastinaca Assada anda a fazer as delícias deste Outono parece-me perfeito para pôr os tachos em dia. Ainda mais com um fim de semana frio à porta e a pedir comidinhas bem reconfortantes!

Mas Pasti-quê? Perguntam vocês. Pastinaca ou Cherovia (eu sei... vai de mal a pior) é uma deliciosa raiz e digamos que é uma prima afastada da Cenoura, mas maior, mais pálida e com um sabor muito mais intenso. E que sabor, senhoras e senhores! Uma mistura incrível entre um doce melado com laivos ligeiramente picantes de cardamomo e um quê de tropical do coco. É por excelência um legume das estações frias pois cresce em zonas de clima extremo, por cá dá-se muito bem na Serra da Estrela, e são normalmente colhidas depois das primeiras geadas.

Em termos nutritivos é  particularmente rica em potássio, um sal mineral muito importante para a composição das nossas células que ajuda a controlar a pressão aterial. É também uma exclente fonte de ferro, magnésio e cálcio, fibras, ácido fólico (óptimo para as futuras mamãs), e vitaminas A e E.


A Abóbora é a rainha e senhora desta estação. É um legume de alto valor nutritivo, muito rica em caroteno, vitaminas A e C e sais minerais como cálcio, fósforo e ferro. Além de ter poucas calorias, é de fácil digestão, sendo um ótimo alimento para crianças ou para adultos com problemas no aparelho digestivo.

Para comprar, escolham uma Abóbora de casca firme, sem cortes nem partes moles ou manchadas. Para saber se está madura, basta bater com os nós dos dedos, um som oco indica que está perfeita! Se comprarem já cortada, vejam se a polpa tem uma cor intensa e brilhante.



Lembram-se dos Muffins ou do Creme do ano passado? Feitos com puré abóbora assada lentamente... Os sabores doces quase a tocar o caramelo... Cá em casa nunca mais se preparou abóbora de outra maneira e gosto de fazer logo em grande quantidades para congelar. Podem conservar até 12 meses mas convém deixar escorrer a água de descongelar. Convém não temperar para se poder usar tanto em doces como salgados.


Ingredientes (4-6 pessoas)

1 Abóbora (Bolina ou Hokkaido)
4 Pastinacas
3 dentes de Alho
3 colheres de sopa de Azeite
1 colher de sopa de Vinagre Balsâmico
Sal Marinho
Pimenta Preta moída na hora
Leite (usei de Amêndoa)
Noz Moscada
3-5 folhinhas de Salva


Preparação

Ligar o forno para ir aquecendo e forrar 2 tabuleiros com papel vegetal.
Lavar a abóbora, cortar ao meio e retirar as sementes.
Colocar as metades de abóbora num dos tabuleiros com a casca virada para cima.
Lavar as pastinacas, cortar ao comprido em palitos grossos e colocar no outro tabuleiro juntamente com as folhas de salva.
Numa tacinha misturar o azeite com o vinagre balsâmico, os dentes de alho esmagados, o sal e pimenta.
Verter o molho sobre as pastinacas e envolver.
Levar os 2 tabuleiros ao forno e deixar assar cerca de 30 minutos, até a casca da abóbora começar a empolar e as pastinacas ficarem douradas.
Retirar os 2 tabuleiros do forno e deixar arrefecer um pouco.
Colocar a abóbora assada (como uso abóbora bolina ou hokkaido deixo a casca) num copo alto e passar com a varinha mágica até ficar num creme macio e reservar.
Retirar e reservar as folhinhas de salva do tabuleiro das pastinacas.
Colocar as pastinacas assadas, os alhos e o molho resultante do assado juntamente com 2 colheres de sopa do puré de abóbora num processador de comida e misturar até envolver bem
Colocar tudo num tacho, acrescentar cerca de 400g do puré de abóbora, um pouco de leite e a noz moscada ralada na hora.
Envolver em lume brando e acrescentar leite aos poucos até atingir a consistência desejada.
Verificar os temperos e servir polvilhado com sementes de linhaça moídas e as folhinhas de salva assadas.


Este puré é muito versátil, podem usar como acompanhamento como um puré de batata ou fazer um pouco mais líquido para servir de molho. Experimentem com o Assado de Requeijão e Frutos Secos... Simplesmente maravilhoso!!


Fontes aqui.

21 comentários:

  1. Miss Vite,
    Em primeiro lugar , os mais sinceros votos de sucesso no teu novo projecto e ficamos a aguardar os pormenores. Em segundo, e não menos importante, obrigada por partilhares esta receita e as belíssimas fotos com que a ilustraste.
    Bjnhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Manuela! :) Vem aí uma nova fase e entre o frio na barriga e a vontade de começar sinto-me nas nuvens!! Claro que vocês vão andar ter sempre a par destas novas aventuras! Beijinhos*

      Eliminar
  2. Gosto muito!!Estava muito booooom!
    E já tenho uma jarrinha assim! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quero mais jantarinhos assim! ♥ ...e a minha jarrinha ainda tem a a minha prendinha! ;) *

      Eliminar
    2. Que bom que estava :))) Ainda tenho na mente o sabor desse puré, que delícia!

      Eliminar
  3. Muito sucesso! E esta receita, vou querer experimentar! Comi um puré de pastinaca no Cascais Restaurant Week e desde aí que ando à procura de pastinaca para fazer em casa!

    http://amarmitalisboeta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana! :) Se não encontrar pode sempre encomendar à Ecoseiva, uma quinta biológica de Viseu que todos os sábados está no mercado biológico do Principe Real. http://www.ecoseiva.com/contacto/morada/ As minhas são sempre de lá e são uma delícia! *

      Eliminar
  4. Miss Vite, já sentia falta das receitas e das tuas fotos sempre tão inspiradoras. mas foi por um óptimo motivo :) desejo muito sucesso mesmo! tenho a certeza que o vais ter e muito :)
    adorei o post de hoje. as fotos, os detalhes sobre a abóbora e a cherovia :) e claro, a receita :) beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre com mensagens deliciosas! ♥ Obrigada! *

      Eliminar
  5. So hoje e que descobri o teu blog e estou a adorar. As fotos sao fantasticas e as receitas maravilhosas e super saudaveis. Ja sou tua fa.

    Beijinhos e bom fds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!! :) Beijinhos e um fim de semana cheio de coisas boas*

      Eliminar
  6. Já estava com saudades das tuas fotos e receitas sempre tão inspiradoras :) sabe tão bem passar por cá, sentir cheiros e aromas diferentes.
    Adorei esta receita, mesmo sem ter provado as cheróvias, mas fico super curiosa (embora por aqui não as encontre). Um puré a provar. Tenho de ir procurar cheróvias agora... :)
    Votos de sucesso! Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E com mensagens assim é impossível não ter saudades de partilhar as minhas aventuras! Obrigada querida! ♥ *

      Eliminar
  7. Que partilha interessante, nunca fiz um puré assado de abóbora como acompanhamento. E por aqui não é muito fácil encontrar cherovias, mas vou estar atenta porque fiquei curiosa Miss Vite :)
    Já agora também, onde encontras as folhas de salva?

    Desejo-te muito sucesso agora que já és oficialmente cozinheira a tempo inteiro! :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida! ♥ Para as pastinacas dou-te o mesmo conselho que à Ana... Entra em contacto com a Ecoseiva, além de fazerm entregas no Porto todas as 3ª feiras também têm uma banquinha no mercado biólogico do Parque da Cidade aos Sábados. Podes-lhe pedir para trazerem! http://www.ecoseiva.com/contacto/morada/ A salva tenho na minha floreira, mas tb comprei a plantinha à Ecoseiva. Está a crescer muito bem! ;) Beijinhos*

      Eliminar
  8. Cheguei aqui através do Tapas, que adoro, e vim para ficar pois gostei imenso de tudo o que vi. E esta receita já me conquistou pois as patinacas são dos meus legumes favoritos, lembram-me os jantares na minha querida Londres e as imensas saudades de lá morar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem vinda aqui ao meu cantinho! :) Adoro quando as receitas nos levam para outros lugares, outros tempos... Para mim cozinhar é mesmo isso! ♥ *

      Eliminar
  9. Também cheguei aqui através do Tapas. E adorei esta casa cheia de bom gosto. :)

    ResponderEliminar
  10. Bem posso dizer que aqui se encontra um dos melhores blogues que passei e por este vou continuar a passar :)

    Vendo a revista Visão e estou morta para ir dar uma espreitada á pagina onde se encontra. Beijinhos

    ResponderEliminar