dezembro 13, 2012

Esparguete com Molho de Beterraba Assada


O meu caso de amor com a beterraba não é segredo para ninguém, mas só aqui entre nós, parece que a coisa é para durar! Ando completamente rendida ao seu sabor robusto e ao mesmo tempo doce e perco-me com os tons dignos de qualquer jóia preciosa. Uma paixão assolapada é o que é!

E também não é para menos. É que estas pequenas jóias comestíveis são verdadeiras bombas nutritivas. Estão carregadas de poderosos antioxidantes, entre os quais a betaína, o pigmento que as pinta de aquele fúscia intenso, que nos ajudam a prevenir acidentes cardiovasculares e o aparecimento de doenças como o cancro. É muito rica em nitratos que ajudam a baixar a pressão arterial e melhorar a circulação sanguínea e em fibras solúveis que combatem o mau colestrol. Tem altos níveis de ácido fólico, super importante para o crescimento normal dos tecidos e essencial para o bom desenvolvimento da espinha dorsal dos bebés enquanto estão na barriga da mãe, e de ferro, óptimo para prevenir anemias e combater a fadiga. Contém sílica mineral que ajuda o organismo a utilizar o cálcio que ingerimos, prevenindo a osteoporose, e muitos outros sais mineiras como o potássio e magnésio fazendo com que os nossos músculos trabalhem melhor. A beterraba é também conhecida pelas suas propriedades desentoxicantes que purificam o sangue e protegem o fígado, sendo muito utilizada em tratamentos oncológicos pois ajuda os pacientes a suportarem melhor os efeitos secundários. Enfim... uma super raiz!

Assim, seja crua, ralada, em sumos, nos bolos, assada ou cozida...  

Just Beet It!!


Esta massinha já percorreu um longo percurso antes de chegar ao Passe Vite. Veio daqui, passou por aqui e aqui até que finalmente me resolvi a experimentá-la. E deixem-me que vos diga, tem sido um verdadeiro clássico! Super reconfortante e bem rápida depois de termos a beterraba assada... Será que se pode dizer fast-slow-food?


Ingredientes (2 pessoas)

200g de esparguete integral
200g de feijão branco cozido
5 nozes ligeiramente tostadas
2 colheres de sopa de sumo de limão
1 beterraba grande
3 dentes de alho
3 colheres de sopa de vinagre balsâmico
1 colher de sopa de azeite
Sal marinho
Pimenta preta moída na hora
Tomilho fresco
Pimenta caiena (para servir)
Requeijão (opcional)

Preparação

Ligar o forno para ir aquecendo.
Descascar e cortar as beterrabas em pedaços mais ou menos iguais.
Colocar os pedaços de beterraba no centro de uma folha de papel vegetal, juntamente com os dentes de alho e o tomilho e temperar com o sal e pimenta.
Dobrar as pontas da folha de maneira a fazer um embrulho e antes de fechar regar com o azeite e o vinagre balsâmico.
Levar ao forno cerca de 30 minutos.
Entretanto encher um tacho fundo com água temperada com sal e um fio de azeite e deixar levantar fervura para colocar o esparguete a cozer.
Colocar a beterraba assada, juntamente com os alhos e o molho do assado num processador de comida.
Acrescentar o feijão branco, as nozes, um fio de azeite e o sumo de limão e misturar até se obter um puré macio.
Verificar a cozedura do esparguete, e se estiver no ponto escorrer a água reservando um pouco.
Voltar a colocar o esparguete no tacho, juntar o puré de beterraba e envolver.
Juntar um pouco de água da cozedura se necessário e verificar os temperos.
Servir com uma colherada de requeijão (no caso de usarem) salpicado com algumas nozes tostadas e grosseiramente picadas, umas folhinhas de tomilho e uma pitada de pimenta caiena.


Fontes daqui e daqui

44 comentários:

  1. Adorei! Super Invernal :) Parabéns pelo blog!

    ResponderEliminar
  2. Nham!!! Tem muito bom aspecto! Também adoro beterraba, de todas as maneiras! Vou experimentar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma delícia! Uma versão um pouqinho mais saudável do risoto! http://lepassevite.blogspot.pt/2012/06/risoto-de-beterraba-assada-com-funcho-e.html ;)

      Eliminar
  3. bom demais :)
    parabéns pelas fotografias!

    ResponderEliminar
  4. A beterraba custou a cair-me no goto...mas agora também não quero outra coisa! :)

    ResponderEliminar
  5. Confesso que inicialmente pensei que era mesmo massa de beterraba :) Seja como for ficou linda e certamente divinal.
    Aqui deixo uma sugestão de uns raviolis rosa :)
    http://suvellecouisine.blogspot.pt/2012/01/raviolis-integrais-rosa-ao-molho-de.html

    ResponderEliminar
  6. Também sou apaixonada por beterraba, vou ter de experimentar esta receita:))

    ResponderEliminar
  7. adoro a cor da beterraba:) fica tudo tão bonito. mas confesso que não morro de amores :( ando aos poucos a tentar novas formas de a cozinhar, para ver se de alguma forma gosto um bocadinho mais. vamos ver se é desta :) beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois... não é fácil, bem sei! mas agora adoro aquele sabor a terra dela. é incrível como mudamos os nossos gostos! um dia destes, vais ver, também andas a fazer declarações de amor! ;)

      Eliminar
    2. Eu espero conseguir ser dessas pessoas. Provei beterraba hoje, com esta receita, e não consegui comer mais do que duas garfadas. Sem ofensa ao blogue, é espectacular mas vou demorar a habituar-me. De qualquer forma, daqui a uns meses tento outra vez!

      Eliminar
  8. Respostas
    1. É mesmo... Por mais que faça este esparguete nunca deixo de ficar maravilhada!

      Eliminar
  9. A beterraba é um caso estranho de amor, primeiro estranhei, e depois entranhou-se :) Gosto do seu sabor tão particular e forte, sendo delicado ao mesmo tempo. E a cor, bem, derreto-me pela cor!
    Ficou fabuloso este esparguete, mais um para a lista do "to do and eat".
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  10. Sou fa de beterraba e tento faze-la de diferentes maneira, por acaso com massa ainda nao me tinha lembrado disso. Mas adorei esta tua receita e o aspecto final e tao bonito que e impossivel resistir a tal cor. E para mim a beterraba casa sempre bem com queijo fresco de cabra. Enfim...manias.

    Beijinhos e bom fds

    ResponderEliminar
  11. Também adoro beterraba, e massa! vou tentar!
    http://amarmitalisboeta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. Adoro beterraba, tenho de experimentar fazer cá em casa sem duvida :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Tão criativo este prato :) Feijão branco como base para o molho? Ideia de génio! Vou experimentar, adoro beterraba!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  14. Que aspecto fantástico, que core vibrante adorei tal como adoro a cor da beterraba! Muito girly :) beijo

    ResponderEliminar
  15. Já experimentei! Juntei mais algumas ervas aromáticas, mas segui rigorosamente a receita e achei que estava muito bom! Achei especialmente curiosa a cor do prato, e adorei o sabor doce da beterraba com o amargo do limão e das nozes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É delicioso, não é? E o feijão branco dá-lhe mais robustez! A receita original não tinha, mas lembrei-me do meu Baba Gaboush e resolvi experimentar! Acho que fica perfeito! ;)

      Eliminar
    2. Sim, adoro a consistência que o feijão dá! :)
      Ainda não vi o teu Baba Ganoush, vou procurar!

      Eliminar
  16. Adoro sempre vir ao teu blog :)
    Tenho uma anemia que teima em não fugir e uma das minhas aliadas para a combater é a beterraba!! Nunca tinha visto nada deste género, assim que tiver um tempinho vou experimentar esta receita!
    Um grande beijinho, desejo-te todo o sucesso do mundo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida! ♥ ...e para a tua anemia não te esqueças também das leguminosas e muitas hortaliças verde escuras! A ver se ela se espanta rapidinho! ;) Beijinhos*

      Eliminar
    2. Pois, também como muito espinafre :) fiz hoje esta receita, acabei por postar o resultado no meu blog, com todos os créditos à autora, claro! Se quiseres dá uma espreitadela!

      http://designavulso.blogspot.pt/2012/12/esparguete-com-molho-de-beterraba-assada.html

      Beijinho*

      Eliminar
  17. Muitos parabéns por este fantástico blog.
    Inspira-me diariamente!!!

    Feliz ano novo e felicidades

    http://joanamachado1.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que delícia acabar o ano com mensagens assim! Obrigada! Um bom ano novo repleto de alegrias! :) *

      Eliminar
  18. Depois de ver a receita aqui no teu blog, não resisti em fazê-la em casa. Uma verdadeira delícia, e aquela cor espectacular...A-DO-REI :)

    ResponderEliminar
  19. Tens um caso de amor com a beterraba, eu tenho com a massa! Paixão mesmo! Vou experimentar hoje a tua receita... aprendemos sempre. =) Gostei imenso do teu blog e as fotografias são lindas. Parabéns. =)
    Beijinho
    Merzinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Merzinha! :) Sempre fizeste esta massinha? Como ficou? Beijinhos*

      Eliminar
  20. Adorei as massa com beterraba, Joaninha !
    Delicioso.
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Michele! :) Fui espreitar o Batik e petiscos! Gostei muito! E aquelas aboborinhas estão com um aspecto... ;) Beijinhos*

      Eliminar
  21. Olá
    Eu não gosto nada de beterraba por causa do sabor intenso a terra, mas há uns dias para cá experimentei fazer sumo de beterraba, cenoura e maçã e até gostei, razão pela qual decidi experimentar esta receita que tem um ar fantástico. E surpreendentemente gostei :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, a beterraba é assim! É díficl de nos dar a volta, mas depois quase sem darmos por ela, já não queremos outra coisa! ;)

      Eliminar
  22. vou experimentar!!! se ficar tão bom como o risotto de beterraba, vai certamente passar a fazer parte do menu slow-fast food!!!! Grata Joana!!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. fica, fica! nem consigo dizer qual gosto mais, se bem que esta massinha anda a ser bem recorrente cá em casa! ;)

      Eliminar